Paróquia Santa Luzia

Paróquia Santa Luzia
...

3 de jul de 2015

Inaugurado primeiro hotel atendido somente por jovens com síndrome de Down

Hotel atendido por jovens com Síndrome do Down / Foto: Hotel Albergo Ético

ROMA, 02 Jul. 15 / 03:14 pm (ACI).- Enquanto cresce no mundo uma corrente que busca exterminá-los através do aborto eugênico, um grupo de jovens com síndrome de Down demonstra que podem fazer muitas coisas e se lançaram à aventura de atender e administrar o primeiro hotel deste tipo na Itália.
O hotel ‘Albergo Etico’ está localizado no centro da província de Asti. A ideia de abrir um lugar que somente seja dirigido por pessoas com síndrome do Down surgiu da visão de amigos e profissionais que fazem parte da ‘Associazione Albergo Etico’ que, desde 2006, promove a inserção no mercado de trabalho destes jovens que têm muitos dons a oferecer.
O hotel três estrelas foi inaugurado no dia 18 de junho deste ano e dentro de um ano espera converter-se em um de quatro estrelas. Está localizado no centro da cidade, perto do ‘Parque della Resistenza’, um lindo jardim cheio de árvores junto à histórica ‘Piazza Alfieri’.
Tem 26 quartos e 60 camas, um restaurante que funciona em uma adega histórica com capacidade para 50 pessoas, um jardim, ar condicionado, conexão de rede sem fio (Wi-Fi) e uma área de trabalho.
Segundo o jornal italiano ‘La Repubblica’, “além da possibilidade de adquirir experiência no lugar de trabalho, os jovens que atuam neste hotel têm um espaço no qual aprendem a viver sozinhos, administrar o seu salário e trabalhar em grupo”.
“A intenção deste trabalho é formar novos profissionais no setor turístico da Itália, ajudando-lhes na aquisição da autonomia pessoal, algo indispensável para as pessoas com deficiência que pretendem entrar no mercado de trabalho“, assinalou o jornal.
O projeto ‘Albergo Etico’ foi iniciado por Nicolás, um jovem com síndrome do Down, que há alguns anos fez um estágio no restaurante Tacabanda (Asti), conectado ao hotel.
A experiência de Nicolás, além de ter mudado a sua vida, mudou a vida dos seus companheiros da Casa Montessori, um lar para jovens com síndrome do Down.

Nenhum comentário:

Postar um comentário