Paróquia Santa Luzia

Paróquia Santa Luzia
...

30 de dez de 2011

Recortes

Convém deixar o Senhor meter-se nas nossas vidas e entrar confiadamente sem encontrar obstáculos nem recantos obscuros.
Nós, os homens, tendemos a defender-nos, a apegar-nos ao nosso egoísmo. Sempre tentamos ser reis, ainda que seja do reino da nossa miséria. (S. Josemaría Escrivá. Cristo que Passa. n. 17)

29 de dez de 2011

Recortes

Quem vive da fé pode encontrar a dificuldade e a luta, a dor e até a amargura, mas nunca o desânimo nem a angústia, porque sabe que a sua vida serve, sabe para que veio a esta terra. Eu sou a luz do mundo; aquele que me segue não caminha às escuras, mas possuirá a luz da vida.(S. Josemaría Escrivá. Cristo que Passa)

O Carinho da Mãe

Detalhe da Obra "repouso na fuga para o Egito", de Caravaggio (1596)

27 de dez de 2011

Recortes

Enquanto a Sagrada Família descansa, aparece o Anjo a José, para que fujam para o Egito. Maria e José pegam no Menino e empreendem a caminhada sem demora. Não se revoltam, não se desculpam, não esperam que a noite termine...(São Josemaría Escrivá - Sulco, 999)

Recortes

O amor, o amor vê de longe. O amor é o primeiro a captar essas delicadezas. O Apóstolo adolescente, com o firme carinho que sentia por Jesus, pois amava a Cristo com toda a pureza e toda a ternura de um coração que nunca se corrompera, exclamou: É o Senhor! (S. Josemaría Escrivá, Amigos de Deus, 265)

25 de dez de 2011

Recortes

“Ontem Cristo foi envolvido em panos por nós; hoje, cobre Estêvão com a veste da imortalidade. Ontem uma estreita manjedoura sustentou Cristo-Menino; hoje, a imensidade do céu recebe Estêvão triunfante” (São Fulgêncio, Sermão 3)

24 de dez de 2011

Recortes

E Sua Mãe envolve-O em paninhos e reclina-O no presépio (Lc 11, 7) . Frio. – Pobreza. – Sou um escravozito de José. – Que bom é José! Trata-me como um pai a seu filho. – Até me perdoa, se estreito o Menino entre os meus braços e fico, horas e horas, a dizer-Lhe coisas doces e ardentes!... E beijo-O – beija-O tu – e embalo-O e canto para Ele e chamo-Lhe Rei, Amor, meu Deus, meu Único, meu Tudo!... Que lindo é o Menino... e que curta a dezena! (Santo Rosário, mistérios gozosos, 3)

23 de dez de 2011

Recortes

Grandeza de um Menino que é Deus! O Seu Pai é o Deus que fez os Céus e a Terra, e Ele ali está, num presépio, "quia non erat eis locus in diversorio", porque não havia outro lugar na Terra para o dono de toda a Criação! (S. Josemaría Escrivá. Cristo que Passa, 18)

22 de dez de 2011

Recortes

"Vai até Belém, aproxima-te do Menino, baila com Ele, diz-lhe muitas coisas vibrantes, aperta-o contra o coração... Não estou a falar de infantilidades: falo de amor! E o amor manifesta-se com fatos: na intimidade da tua alma, bem o podes abraçar!" (S. Josemaría. Forja, 345)

21 de dez de 2011

Recortes

“Abandona-te cheio de confiança no seu regaço materno, pede-lhe que te alcance esta virtude que Ela tanto apreciou; não tenhas medo de não ser atendido. Maria pedi-la-á a esse Deus que exalta os humildes e reduz os soberbos ao nada; e como Maria é onipotente junto de seu Filho, será ouvida com toda a certeza” (João Pecci, | Papa Leão XIII |, Prática da humildade, 56)

20 de dez de 2011

Recortes

Quando sentires o orgulho que ferve dentro de ti – a soberba! –, que faz com que te consideres um super-homem, chegou o momento de exclamar: – Não! E, assim, saborearás a alegria do bom filho de Deus, que passa pela terra com erros, mas fazendo o bem. (S. Josemaria Escrivá. Forja, 1054)

18 de dez de 2011

Recortes

“Ser pequeno. As grandes audácias são sempre das crianças. – Quem pede... a lua?
– Quem não repara nos perigos, ao tratar de conseguir o seu desejo?
– «Colocai» numa criança «dessas» muita graça de Deus, o desejo de fazer a Vontade dEle, muito amor a Jesus, toda a ciência humana que a sua capacidade lhe permita adquirir... e tereis retratado o caráter dos apóstolos de hoje, tal como indubitavelmente Deus os quer”. (S. Josemaría Escrivá, Caminho, n. 857)

17 de dez de 2011

Recortes

“Nesta noite de Natal, tudo para dentro de mim. Estou diante dEle; não há nada mais do que Ele, na branca imensidão. Não diz nada, mas está aí... Ele é Deus amando-me” (Jacques Leclercq, Siguiendo el año litúrgico, Madrid, 1957)

Santa Sé divulga Mensagem de Bento XVI para o Dia Mundial da Paz

LEIA A MENSAGEM NA ÍNTEGRA

16 de dez de 2011

Recortes

Quando tiveres de mandar, não humilhes: procede com delicadeza; respeita a inteligência e a vontade de quem obedece. (Forja, 727)

14 de dez de 2011

Tarde te amei


Recortes

Meu Deus, me ajude a viver isso...

“Essa frase feliz, a piada que não te escapou da boca, o sorriso amável para quem te incomoda, aquele silêncio ante a acusação injusta, a tua conversa afável com os maçantes e os inoportunos, o não dar importância cada dia a um pormenor ou outro, aborrecido e impertinente, das pessoas que convivem contigo... Isto, com perseverança, é que é sólida mortificação interior” (S. Josemaría Escrivá, Caminho, n 173)

Chama viva de amor...

Chama Viva de Amor

Kelly Patrícia

Letra de São João da Cruz
Música: Ir. Kelly Patrícia

Oh! Chama viva de amor que feres ternamente
De minha alma no seu centro mais profundo
Pois já não és esquiva, acaba agora se queres
Ah! Rompe a tela deste doce encontro

Oh! Cautério suave!
Oh! Regalada chaga!
Oh! Branda mão!
Oh! Toque delicado!

Que a vida eterna sabe
e paga toda a dívida
Matando, morte em vida me tens trocado.
Oh! Lâmpadas de fogo em cujos resplendores

As profundas cavernas do sentido
Estava cego e escuro com estranhos primores
Calor e luz dão junto a seu querido

Oh! Quão manso e amoroso, despertas em meio seio
Onde tu só secretamente moras
Nesse aspirar gostoso, de bens e glória cheio.

Quão delicadamente me enamoras
Quão delicadamente me enamoras
Quão delicadamente me enamoras

Recortes

"Dois homens olharam através das grades da prisão;
um viu a lama, o outro as estrelas."
(Santo Agostinho)

11 de dez de 2011

Recortes

“Não poderei descansar até o fim do mundo enquanto houver almas que salvar” (Santa Terezinha do Menino Jesus, Novisima Verba)

10 de dez de 2011

Recortes

“Quantas contrariedades desaparecem, se interiormente nos colocamos bem próximo desse nosso Deus que nunca nos abandona! Renova-se com diferentes matizes o amor que Jesus tem pelos seus, pelos enfermos, pelos paralíticos, e que o faz perguntar: – O que é que tens? – Sinto-me... E imediatamente luz ou, pelo menos, aceitação e paz”. (São Josemaría Escrivá, Amigos de Deus, n. 249)

 “O que é que tens?”, pergunta-nos o Senhor. E olhamos para Ele, e já não temos nada. Junto dEle, recuperamos a paz e a alegria.

9 de dez de 2011

Recortes

Aprendamos...
"que o segredo da felicidade conjugal está no quotidiano, não em sonhos. Está em encontrar a alegria escondida de chegarem ao lar; no trato afetuoso com os filhos; no trabalho de todos os dias, em que toda a família colabora; no bom-humor perante as dificuldades, que é preciso enfrentar com esportivismo; e também no aproveitamento de todos os avanços que nos proporciona a civilização, para tornar a casa agradável, a vida mais simples, a formação mais eficaz” (Josemaría Escrivá, Questões atuais do cristianismo, n. 91)

Recortes

«Senhor, na minha pobreza, na minha fragilidade, neste meu barro de vaso quebrado, Senhor, coloca-me uns grampos e – com a minha dor e com o teu perdão – serei mais forte e mais agradável à vista do que antes!» (S. Josemaría Escrivá, Amigos de Deus, n. 95)

7 de dez de 2011

Recortes

“Como nos teríamos comportado se tivéssemos podido escolher a nossa mãe? Penso que teríamos escolhido a que temos, cumulando-a de todas as graças. Foi o que Cristo fez, pois, sendo Onipotente, Sapientíssimo e o próprio Amor (1 Jo 4, 8), o seu poder realizou todo o seu querer” (Josemaría Escrivá, É Cristo que passa, n. 171)

Santa Luzia proteje os meus olhos...


Santa Luzia
(Carlos Bona)

Santa Luzia protege os meus olhos
Para que eu veja um mundo bem melhor
Onde haja fé e amor onde a esperança
Seja sempre o motivo maior

Quero ver justiça e solidariedade
Quero ver a luz da fraternidade
Quero ver um mundo mais igual
Quero ver o bem vencer o mal

Quero ver o sol brilhar para todos
Quero ver chegar a vez de quem não tem
Quero ver um sorriso em cada rosto
Quero ver a paz reinar, amém!

Recortes

“As mães não contabilizam os pormenores de carinho que os seus filhos lhe demonstram; nada pensam ou medem com critérios mesquinhos. Uma pequena manifestação de carinho, elas a saboreiam como mel, e extravasam-se, concedendo muito mais do que recebem. Se assim reagem as mães boas da terra, imaginai o que poderemos esperar da Nossa Mãe Santa Maria” (Josemaría Escrivá, Amigos de Deus, n. 280).

5 de dez de 2011

Recortes

Tanto te queres desapegar!
Tens medo de te tornares frio e duro para todos.
- Afasta essa preocupação. Se és de Cristo - todo de Cristo! - para todos terás! - também de Cristo - fogo, luz e calor.
(S. Josemaría. Caminho, 154)

O que podemos oferecer a Deus?

Uma tradição muito antiga relata uma aparição do Senhor a São Jerônimo: “Jerônimo, que me vais dar?” E o santo respondeu: “Oferecer-te-ei os meus escritos”. E Cristo respondeu-lhe que não era suficiente. “Que entregarei então? A minha vida de mortificação e penitência?” A resposta foi: “Também não me bastam”. “Que me fica por dar-te?”, perguntou São Jerônimo. E Cristo respondeu-lhe: “Podes dar-me os teus pecados, Jerônimo”.
(cfr. F. J. Sheen, Desde la cruz)

Daqui do meu lugar...

4 de dez de 2011

Recortes

Em carne viva. - É como tu estás. Tudo te faz sofrer nas potências da alma e nos sentidos. E tudo para ti é tentação...
Sê humilde, insisto. Verás como te tiram depressa desse estado. E a dor, transformar-se-á em alegria; a tentação, em segura firmeza.
(S. Josemaria Escrivá. Caminhos, 727)

1 de dez de 2011

Como podemos amar a Mãe de Deus?

Recortes

“entre os dons do Espírito Santo, diria que há um de que todos nós, cristãos, necessitamos especialmente: o dom da sabedoria, que nos faz conhecer e saborear Deus, e nos coloca assim em condições de podermos avaliar com verdade as situações e as coisas desta vida” (Josemaría Escrivá, É Cristo que passa, n. 133)

30 de nov de 2011

TE ESPERAMOS SENHOR! NÃO TARDES MAIS

Recortes

 “Ó cruz boa, que foste glorificada pelos membros do Senhor, cruz por tão longo tempo desejada, ardentemente amada, procurada sem descanso e oferecida aos meus ardentes desejos [...], devolve-me ao meu Mestre, para que por ti me receba Aquele que por ti me redimiu” (Paixão de Santo André)

27 de nov de 2011

Recortes

“Queremos dizer a Jesus que aceitamos a sua visita imerecida e singular, multiplicada sobre a terra até chegar a nós, a cada um de nós; e dizer-lhe também que nos sentimos atônitos e indignos perante tanta bondade, mas felizes"(...)
(Paulo VI,Homilia, 25-V-67)

25 de nov de 2011

Recortes

(...) "um grande Amor te espera no Céu: sem traições, sem enganos: todo o amor, toda a beleza, toda a grandeza, toda a ciência...! E sem enjoar: saciar-te-á sem saciar”. ( S. Josemaría Escrivá, Forja, n. 995)

24 de nov de 2011

Recortes

«O poder de Deus manifesta-se na nossa fraqueza, e incita-nos a lutar, a combater os nossos defeitos, mesmo sabendo que nunca obteremos completamente a vitória durante este caminhar terreno. A vida é um constante começar e recomeçar, uma renovação em cada dia» (S. Josemaría Escrivá - Cristo que passa, 114)

Recortes

Por muito que ames, nunca amarás bastante. (S. Josemaria Escriva. Via Sacra, VIII Estação)

Bom dia!


O que é a Igreja é um vídeo realizado pela IgniterMedia quem vem a propósito da noção - Co-responsabilidade - o papel dos cristãos na vida da Igreja.




Chant - Music for paradise - Music for the soul - Stift Heiligenkreuz

22 de nov de 2011

CREDO IN UNO DEUM

Recortes

“Senhor, que não nos inquietem as nossas misérias passadas, já perdoadas, nem tampouco a possibilidade de misérias futuras;
que nos abandonemos nas tuas mãos misericordiosas; que levemos à tua presença os nossos desejos de santidade e apostolado, que latejam como brasas sob as cinzas de uma aparente frieza...
Senhor, sei que nos escutas." (S. Josemaría Escrivá, Forja, n. 426)

34.000 católicos a mais por dia


Revela o relatório anual da "Situação da Missão Global", realizado em 2011


ROMA, (ZENIT.org) - Segundo o relatório anual da "Situação da missão global", feito em 2011, a Igreja Católica reúne 1 bilhão e 160 milhões de fiéis em todo o mundo e todos os dias mais 34 000 pessoas se tornam parte.
 ***
Segundo o relatório anual da "Situação da Missão Global", feito em 2011, a Igreja Católica reúne 1 bilhão e 160 milhões de adeptos em todo o mundo e todos os dias aderem mais 34 000 pessoas. Os dados do estudo, divulgado pela agência Analisis Digirtal, afirma que no mundo hoje, existem dois bilhões de pessoas, de um total de sete bilhões, que nunca foram alcançados pela mensagem do Evangelho. Outros dois bilhões e 680 milhões ouviram algumas vezes, ou conhece vagamente, mas não são cristãos.

“Apesar do fato de que Jesus Cristo fundou uma só Igreja, e pouco antes de morrer, rezava para que -todos fossem um- hoje existem muitas denominações cristãs: eram 1600 no início do séc.XX, e são 42 000 em 2011”, afirma o estudo. Os protestantes carismáticos são 612 milhões e crescem 37 mil ao dia. Os protestantes "clássicos" são 426 milhões e aumentam 20 mil por dia.

As Igrejas Ortodoxas somam 271 milhões de batizados e ganham cinco mil por dia. Anglicanos, reunidos principalmente na África e na Ásia, 87 milhões, e três mil a mais por dia. Aqueles que o estudo define "cristãos marginais" (Testemunhas de Jeová, mórmons, aqueles que não reconhecem a divindade de Jesus ou da Trindade) são 35 milhões e crescem dois mil ao dia.

“A forma mais comum de crescimento é ter muitos filhos e fazê-los aderir à sua tradição religiosa. A conversão é mais rara, no entanto, acontece para milhões de pessoas todos os anos, o mais comum é a de um cônjuge para a fé do outro”. Em 2011, os cristãos de todas as denominações farão circular mais de 71 milhões a mais de Bíblias no mundo (já há 1 bilhão e 741 milhões, algumas de forma clandestina). A cada ano 409 mil cristãos partem para evangelizar um país que não é o seu de origem, distribuídos em 4.800 organizações missionárias diversas.


21 de nov de 2011

Partilha

Concluímos hoje duas missões muito importantes: O retiro para casais e o congresso dos jovens.
Ambos foram muito gratificantes e ricos. Obrigado Senhor pela prova de amor, apesar de não merecermos. Tudo para vós!
Hoje também celebramos com o Pe Aurélio sua primeira missa na Matriz Santa Luzia


FAZER BEM, FAZER COM AMOR!

uma Família de famílias

Tua Palavra é lâmpada para meus pés...

Eu quero ser de Deus, eu quero ser de Deus!!!


Magnificat!!! A minha alma glorifica o Senhor...

Recortes

“Ó Espírito de verdade e de sabedoria, Espírito de entendimento e de conselho, Espírito de alegria e de paz!: quero o que queres, quero porque o queres, quero como o queres, quero quando o quiseres...” (Josemaría Escrivá, Postulação para a Causa de Beatificação e Canonização, Registro Histórico do Fundador, 20172, pág. 145)

19 de nov de 2011

Recortes

“Maria, a Mãe santa do nosso Rei, a Rainha do nosso coração, cuida de nós como só Ela o sabe fazer. Mãe compassiva, trono da graça: nós te pedimos que saibamos compor na nossa vida e na vida dos que nos rodeiam, verso a verso, o poema singelo da caridade, quasi fluvium pacis (Is 66, 12), como um rio de paz. Pois tu és um mar de inesgotável misericórdia”(Josemaría Escrivá, É Cristo que passa, n. 187)

18 de nov de 2011

Recortes

Primeiro, maltratas... E depois, antes de alguém reagir, gritas: - "Agora, caridade entre nós todos!".
Se começasses pela segunda parte, nunca chegarias à primeira.
(São Josemaria Escrivá. Sulco, 741)

Recortes

Dá muito bom resultado empreender as coisas sérias com espírito desportivo... Perdi várias jogadas?
Sim, mas, se perseverar, no fim ganho! (S. Josemaria Escrivá. Sulco, 169)

17 de nov de 2011

Recortes

“Por vezes, diante dessas almas adormecidas, dá uma vontade louca de gritar-lhes, de sacudi-las, de fazê-las reagir, para que saiam dessa modorra terrível em que se acham mergulhadas. É tão triste ver como andam, tateando como cegos, sem acertar com o caminho! – Como compreendo esse pranto de Jesus por Jerusalém, como fruto da sua caridade perfeita...” (S. Josemaría Escrivá. Sulco, n. 210)

16 de nov de 2011

Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. A mensagem do ícone



A Mensagem do Ícone
Esta amável pintura pode parecer estranha aos olhos ocidentais modernos. Não retrata Maria como uma jovem delicada de olhos melancólicos. Seu olhar direto, seus traços fortes, chamam a nossa atenção. Ficamos impressionados com os detalhes irreais das figuras. Jesus tem o porte de uma criancinha, mas suas feições são as de um menino maior. Maria e Jesus não estão inseridos numa cena, mas flutuam num fundo dourado.
O quadro foi pintado no estilo bizantino da Igreja Oriental. O objetivo desse estilo de arte não é mostrar uma cena ou pessoas bonitas, mas transmitir uma bela mensagem espiritual. Porque o artista está tentando comunicar algo mais glorioso do que qualquer coisa deste mundo, a pintura não é um retrato realista. A pintura bizantina é semelhante a uma porta. Ver uma linda porta é interessante, mas quem é que deseja ficar ali olhando a porta? A gente quer abri-la e entrar por ela! A porta pode ser atraente ou não, mas é apenas uma porta, para nos conduzir a um mundo novo.

É assim que devemos nos aproximar deste quadro. O artista, sabendo que ninguém na terra jamais saberia dizer qual o semblante real de Maria e de Jesus e que a santidade deles nunca poderá ser pintada com meios puramente humanos, retratou sua beleza e a sua mensagem em símbolos.


O que você vê quando olha para este quadro?

Antes de tudo, você vê Maria, porque ela domina o quadro e porque ela olha diretamente para você - não para Jesus, nem para o céu, nem para os anjos aos lados. Ela olha para você, como se quisesse lhe falar uma coisa muito importante. Seus olhos parecem sérios, até tristes, mas chamam a atenção.

É uma mulher importante, de poder e de nobreza. É representada sobre um fundo dourado, símbolo do céu na Idade Média. Traja um manto azul com forro verde e uma túnica vermelha. Azul, verde e vermelho eram as cores da realeza. Somente a Imperatriz podia usar essas cores.

A estrela de oito pontas sobre a sua fronte foi provavelmente acrescentada por um artista posterior, para representar o conceito oriental de que Maria é a estrela que nos guia até Jesus. Para reforçar o simbolismo, há uma cruz ornamental de quatro pontas no seu véu, à esquerda da estrela.

As letras acima da sua cabeça a proclamam Mãe de Deus (em grego).

Olhando para o quadro, sentimos que ela tem poder para interceder por nós no céu.

O olhar de Maria se dirige para você, mas seus braços seguram Jesus. Nos ícones bizantinos, Maria jamais é representada sem Jesus, porque Jesus ocupa o centro da nossa fé. Também Jesus veste as roupas da realeza. Somente o imperador podia usar a túnica verde, a faixa vermelha e o brocado de ouro representados na pintura. As iniciais gregas à direita do Menino e o seu halo ornado com uma cruz proclamam que ele é "Jesus Cristo".

Jesus não está olhando para nós, nem para Maria, nem para os anjos. Embora ele se agarre à sua mãe, seu olhar é distante, olha para alguma coisa que não podemos ver - algo que o fez voltar-se tão rápido para a sua mãe, que uma das suas sandálias quase caiu, algo que o faz agarrar-se a ela buscando proteção e amor.

O que teria assustado tanto o menino, o próprio Filho de Deus?

As figures que pairam de ambos os lados de Jesus e de Maria - identificadas pelas letras gregas acima deles como sendo os Arcanjos Gabriel e Miguel - nos dão a resposta. Em vez de portarem harpas ou trombetas de louvor, trazem os instrumentos da Paixão de Cristo.

À esquerda, Miguel segura uma urna contendo o fel que os soldados ofereceram a Jesus na cruz, a lança que atravessou seu lado e a vara com a esponja

À direita, Gabriel carrega a cruz e quatro cravos.

Jesus ficou conhecendo uma parte do seu destino - o sofrimento e a morte que o esperavam. Embora sendo Deus, ele também é humano e temeroso diante do seu terrível futuro. Voltou-se para a sua mãe, que o segura firme neste momento de pânico, do mesmo modo que ela estará a seu lado na vida e na morte. Ela não pode evitar seu sofrimento, mas lhe dá seu amor e seu conforto.

Então por que Maria está olhando tão atentamente para nós em vez de olhar para o seu filho necessitado? O seu olhar nos leva para dentro da história, nos torna parte da pintura e da dor. O seu olhar nos diz que, assim como Jesus voltou-se para a sua mãe e encontrou refugio, assim também podemos nos dirigir a Maria.

A sua mão não segura as mãos do filho assustado num aperto protetor, mas permanece aberta, convidando-nos a pôr as nossas mãos na sua, unindo-nos a Jesus.

Maria sabe que há muitas coisas em nossas vidas que são perigosas e terríveis, e que precisamos de alguém a quem procurar nas horas de sofrimento e de pavor. Ela nos oferece o mesmo conforto e o mesmo amor que deu a Jesus. Ela nos fala para nos dirigirmos a ela imediatamente como fez Jesus, tão rápido que nem nos devemos preocupar com o que vestimos, ou como vamos; o importante é chegar até ela.

O que você ainda está esperando?
(Fonte: site cssr.com)
******************************************
Pequeno exorcismo de São Leão XIII
(recomenda-se orar diariamente) 
São Miguel Arcanjo, defendei-nos no combate, sede o nosso refúgio contra as maldades e ciladas do demônio. Ordene-lhe Deus, instantemente o pedimos, e vós, príncipe da milícia celeste, pela virtude divina, precipitai no inferno a satanás e aos outros espíritos malignos, que andam pelo mundo para perder as almas. Amém

15 de nov de 2011

Recortes

“Meu Senhor Jesus: faz que eu sinta e secunde de tal modo a tua graça, que esvazie o meu coração..., para que o preenchas Tu, meu Amigo, meu Irmão, meu Rei, meu Deus, meu Amor!” (S. Josemaría Josemaría Escrivá, Forja, n. 913)

14 de nov de 2011

John Taverner - Gloria

“É fácil ser coerente por um dia ou por alguns dias. Difícil e importante é ser coerente toda a vida.
É fácil ser coerente no momento da exaltação, difícil sê-lo à hora da tribulação. E só pode chamar-se fidelidade a uma coerência que dura toda a vida” (João Paulo II, Homilia, 27.01.79)

13 de nov de 2011

Recortes

SOBRE A IMPORTÂNCIA DE UM GUIA ESPIRITUAL:

“Quem quer estar só, sem arrimo e sem guia, será como uma árvore que está solitária e sem dono no campo, que por mais fruta que tenha, os caminhantes apanham-na e não chega a amadurecer.
“A árvore cultivada e rodeada dos bons cuidados do dono dá fruta no tempo esperado.
“A alma sem mestre, ainda que tenha virtude, é como um carvão aceso que está só; mais se irá esfriando do que acendendo” ( São João da Cruz, Dichos de luz y de amor)

“Deveria ser muito contínua a nossa oração por esses que nos dão luz. O que seríamos sem eles, entre tempestades tão grandes como as que agora atravessa a Igreja?” (Santa Teresa, Vida, 13, 10)