Paróquia Santa Luzia

Paróquia Santa Luzia
...

20 de fev de 2014

Abertura do consistório: Aprofundar a teologia da família e a pastoral, sem cair na "casuística": A família é hoje desprezada. Pastoral corajosa e cheia de amor


Cidade do Vaticano (RV) – Com a presença do Papa e 185 Cardeais e futuros Cardeais, teve início na manhã desta quinta-feira, 20, o Consistório extraordinário que deve refletir sobre temas relacionados à Família.

Francisco abriu o encontro com uma saudação aos participantes “destes dias de encontro e trabalho sobre a família, que é a célula fundamental da sociedade humana”. 

Desde o início, o Criador colocou a sua bênção sobre o homem e a mulher, para que fossem fecundos e se multiplicassem sobre a terra; e assim a família torna presente, no mundo, como que o reflexo de Deus, Uno e Trino”, afirmou. 

Prosseguindo, o Papa disse que “a nossa reflexão terá sempre presente a beleza da família e do matrimônio, a grandeza desta realidade humana, tão simples e ao mesmo tempo tão rica, feita de alegrias e esperanças, de fadigas e sofrimentos, como o é toda a vida”. 

O Papa disse ainda que serão aprofundadas “a teologia da família e a pastoral que devemos implementar nas condições atuais. Façamo-lo com profundidade e sem cairmos na casuística”, advertiu, “porque decairia, inevitavelmente, o nível do nosso trabalho. Hoje, a família é desprezada, é maltratada, pelo que nos é pedido para reconhecermos como é belo, verdadeiro e bom formar uma família, ser família hoje; reconhecermos como isso é indispensável para a vida do mundo, para o futuro da humanidade”.

"É-nos pedido que ponhamos em evidência o plano luminoso de Deus para a família, e ajudemos os esposos a viverem-no com alegria ao longo dos seus dias, acompanhando-os no meio de tantas dificuldades com uma pastoral inteligente, corajosa e amorosa".

Após a intervenção do Papa, o Cardeal Walter Kasper, Presidente emérito do Pontifício Conselho para a Unidade dos Cristãos, apresentou uma palestra de teor “reservado aos participantes”.

Ao longo dos dois dias de reunião estão previstas outras intervenções, com a participação dos 19 prelados que serão criados Cardeais pelo Papa Francisco sábado, 22, no primeiro Consistório de seu Pontificado.

A reflexão sobre a Família inclui-se na preparação do próximo Sínodo dos Bispos, que vai decorrer em outubro de 2014.
(CM)


Texto proveniente da página da Rádio Vaticano 



Nenhum comentário:

Postar um comentário