Paróquia Santa Luzia

Paróquia Santa Luzia
...

19 de jun de 2013

Quinta-feira da 11ª semana do Tempo Comum

Evangelho Mt 6,7-15
  
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: ”Quando orardes, não useis muitas palavras, como fazem os pagãos. Eles pensam que serão ouvidos por força das muitas palavras. Não sejais como eles, pois vosso Pai sabe do que precisais, muito antes que vós o peçais. Vós deveis rezar assim: Pai nosso que estás nos céus, santificado seja o teu nome; 10 venha o teu Reino; seja feita a tua vontade, assim na terra como nos céus. 11 O pão nosso de cada dia dá-nos hoje. 12 Perdoa as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido. 13 E não nos deixes cair em tentação, mas livra-nos do mal.
14 De fato, se vós perdoardes aos homens as faltas que eles cometeram, vosso Pai que está nos céus também vos perdoará. 15 Mas, se vós não perdoardes aos homens, vosso Pai também não perdoará as faltas que vós cometestes”.

Comentário do dia São Francisco de Assis (1182-1226), fundador da Ordem dos Frades Menores. Paráfrase ao Pai Nosso


«Eu sou o pão da vida» (Jo 6,35)

«O pão nosso de cada dia nos dai hoje»,
teu dileto Filho, nosso Senhor Jesus Cristo,
para que melhor possamos lembrar,
compreender e venerar
o amor que teve por nós,
e tudo o por nós disse, fez e sofreu.


«Perdoai as nossas ofensas»
por tua inexprimível misericórdia,
por virtude da Paixão do teu bem-amado Filho,
pelos méritos e intercessão da Virgem Maria
E de todos os teus santos.


«Como nós perdoamos a quem nos tem ofendido»
e o que não conseguimos perdoar plenamente
faz, Senhor, que plenamente perdoemos;
e que por amor a Ti amemos de verdade os inimigos,
que junto a Ti consigamos interceder com sinceridade por eles;
que a ninguém paguemos o mal com o mal,
mas que procuremos a todos fazer o bem, em Ti.

«E não nos deixeis cair em tentação»,
seja ela visível ou oculta,
súbita, lancinante e contínua.

«Mas livrai-nos do mal»,
passado, presente e futuro. Amen!

Responsório Sl 110

— Vossas obras; ó Senhor, são verdade e são justiça.
— Eu agradeço a Deus de todo o coração junto com todos os seus justos reunidos!
Que grandiosas são as obras do Senhor, elas merecem todo o amor e admiração!
— Que beleza e esplendor são os seus feitos! Sua justiça permanece eternamente!
O Senhor bom e clemente nos deixou a lembrança de suas grandes maravilhas.
— Suas obras são verdade e são justiça, seus preceitos, todos eles, são estáveis,
confirmados para sempre e pelos séculos, realizados na verdade e retidão

Nenhum comentário:

Postar um comentário