Paróquia Santa Luzia

Paróquia Santa Luzia
...

29 de jul de 2013

Celebra-se a 30 de julho...

S. Pedro Crisólogo, bispo, Doutor da Igreja, +450



São Pedro Crisólogo nasceu em Ímola no ano 380 e mereceu o apelido de Crisólogo, isto é, "Palavra de Ouro", por ser autor de estupendos sermões, ricos de doutrina, que lhe deram também o título de doutor da Igreja, decretado no ano 1729 pelo Papa Bento XIII. Dele se conservam cerca de 200 sermões. Numa homilia define o avarento como "escravo do dinheiro, mas o dinheiro - acrescenta - é o escravo do misericordioso. " É fácil entender o significado desta prédica. Sua pregação colocava insistentemente em evidência o amor paternal de Deus: "Deus prefere ser amado a ser temido". Humildes e poderosos escutava-os ele com igual condescendência e caridade. A imperatriz Gala Placídia teve-o como conselheiro e amigo.

Eleito Bispo de Ravena no ano 424, Pedro Crisólogo mostrou-se bom pastor, prudente e sem ambiguidades doutrinais. Sua autoridade era reconhecida em largo raio da Igreja. São Pedro Crisólogo disse certa vez: "Os que passaram, viveram para nós; nós, para os vindouros; ninguém para si" (op.cit.p.407).

São Pedro Crisólogo morreu no dia 31 de Julho do ano 451, em Ímola. 




APRENDA MAIS... DOUTORES DA IGREJA:

Confira ainda a lista completa

Doutores da Igreja são homens e mulheres reverenciados pela Igreja pelo especial valor dos seus escritos, pregações e a santidade de suas vidas.


 

De um ponto de vista teológico, os Doutores da Igreja evidenciam aspectos inéditos da verdade evangélica. De um ponto de vista pastoral, suscitam nos fieis um renovado apelo à coerência de vida.

 
VEJA A LISTA COMPLETA DOS DOUTORES DA IGREJA


Quatro Grandes Doutores Latinos
1. São Gregório Magno, Papa de Roma (540-604)
2. Santo Ambrósio, Bispo de Milão (340-397)
3. Santo Agostinho, Bispo de Hipona (354-430)
4. São Jerônimo, monge e tradutor da Bíblia (347-420)
Proclamados pelo Papa Bonifácio VIII em 1298
 
5. Santo Tomás de Aquino, frade (1225-1274) – proclamado em 1567 por São Pio V
 
Quatro Grandes Doutores Gregos
6. São João Crisóstomo, Patriarca de Constantinopla (348-407)
7. São Basílio Magno, Bispo de Cesareia (330-379)
8. São Gregório Nazianzeno, Patriarca de Constantinopla (329-390)
9. Santo Atanásio, Patriarca de Alexandria (298-373)
Proclamados pelo Papa São Pio V em 1568

Demais Doutores Universais
10. São Boaventura, frade (1221-1274) –proclamado em 1588
11. Santo Anselmo, Arcebispo de Cantuária (1033-1109) – proclamado em 1720
12. Santo Isidoro, Bispo de Sevilha (560-636) – proclamado em 1722
13. São Pedro Crisólogo, Arcebispo de Ravena (406-451) – proclamado em 1729
14. São Leão Magno, Papa de Roma (400-461) – proclamado em 1754
15. São Pedro Damião, Cardeal (1007-1072) – proclamado em 1828
16. São Bernardo de Claraval, monge (1090-1153) – proclamado em 1830
17. Santo Hilário, Bispo de Poitiers (300-367) – proclamado em 1851
18. Santo Afonso de Ligório, Bispo (1696-1797) – proclamado em 1871
19. São Francisco de Sales, Bispo de Genebra (1567-1622) – proclamado em 1877
20. São Cirilo, Patriarca de Alexandria (376-444) – proclamado em 1883
21. São Cirilo, Bispo de Jerusalém (315-386) – proclamado em 1883
22. São João Damasceno, monge (675-749) –proclamado em 1883
23. São Beda, o Venerável, monge (672-735) – proclamado em 1899
24. Santo Efrém, monge e diácono (306-373) – proclamado em 1920
25. São Pedro Canísio, sacerdote (1521-1597) – proclamado em 1925
26. São João da Cruz, frade (1542-1591) –proclamado em 1926
27. São Roberto Belarmino, Cardeal (1542-1621) – proclamado em 1931
28. Santo Alberto Magno, Bispo de Regensburg (1206-1280) – proclamado em 1931
29. Santo Antônio de Pádua, frade (1195-1231) – proclamado em 1946
30. São Lourenço de Bríndisi, frade (1559-1619)– proclamado em 1959
31. Santa Teresa d’Ávila, monja (1515-1582) – proclamada em 1970
32. Santa Catarina de Sena, leiga (1347-1380) – proclamada em 1970
33. Santa Teresa de Lisieux, monja (1873-1897) – proclamada em 1997
34. São João de Ávila, sacerdote (1500-1569) – proclamado em 2012
35. Santa Hildegarda de Bingen, monja (1098-1179) proclamada em 2012

Um comentário:

  1. Parece que sou a pessoa que mais comenta, isso porque muitas vezes me seguro para não escrever. Acontece que os posts são muito ricos me instruem muito e alguns realmente extrapolam a expectativa. Obrigada por proporcionar essa oportunidade de aprendizagem facilitando a busca pelo conhecimento teológico.

    ResponderExcluir