Paróquia Santa Luzia

Paróquia Santa Luzia
...

23 de jun de 2014

Nascimento de Saõ João Baptista - Solenidade

 (Lc 1,57-66.80)


57Completou-se o tempo da gravidez de Isabel, e ela deu à luz um filho. 58Os vizinhos e parentes ouviram dizer como o Senhor tinha sido misericordioso para com Isabel, e alegraram-se com ela. 59No oitavo dia, foram circuncidar o menino, e queriam dar-lhe o nome de seu pai, Zacarias. 60A mãe, porém disse: “Não! Ele vai chamar-se João”.

61Os outros disseram: “Não existe nenhum parente teu com esse nome!” 62Então fizeram sinais ao pai, perguntando como ele queria que o menino se chamasse. 63Zacarias pediu uma tabuinha, e escreveu: “João é o seu nome”. E todos ficaram admirados. 64No mesmo instante, a boca de Za­carias se abriu, sua língua se soltou, e ele começou a louvar a Deus. 65Todos os vizinhos ficaram com medo, e a notícia espalhou-se por toda a região montanhosa da Ju­deia. 66E todos os que ouviam a notícia ficavam pensando: “O que virá a ser este menino?” De fato, a mão do Senhor estava com ele. 80E o menino crescia e se fortalecia em espírito. Ele vivia nos lugares desertos, até o dia em que se apresentou publicamente a Israel.


Comentário do dia: Liturgia de rito siríaco. Hino atribuído a Santo Efrém (c. 306-373), diácono na Síria, doutor da Igreja

«Apareceu um homem, enviado por Deus, que se chamava João. Este vinha como testemunha, para dar testemunho da Luz» (Jo 1,6-7)

É a ti, João, que reconhecemos como novo Moisés, 
Pois viste a Deus com toda a claridade e já não em figura; 
É a ti que reconhecemos como novo Josué, 
Pois fizeste passar os homens dum mundo ao outro nas águas do Jordão 
E já não passar apenas o Jordão duma margem à outra; […] 
És tu o novo Samuel, pois baptizaste o Filho de David e já não apenas ungiste a David; 
És tu o novo David, que foste morto pelo rei Herodes e já não apenas perseguido pelo rei Saul; 
És tu o novo Elias, nutrido por Deus com gafanhotos e mel silvestre no deserto 
E já não apenas com pão por um corvo; 
És tu o novo Isaías, que proclamaste o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo (Jo 1, 29) 
E já não apenas que a Virgem havia de dar à luz o Emanuel (Is 7, 14) […]

Bem-aventurado és tu, João, eleito por Deus, que tiveste as mãos suspensas sobre o teu Mestre 
E entre elas a chama cujo brilho faz encandear os anjos! 
Estrela da manhã (Nm 24,17), tu mostraste aos homens a manhã verdadeira; 
Amanhecer da alegria (Sl 30,6), manifestaste ao gênero humano o dia da verdadeira glória; Lâmpada ardente e luminosa (Jo 5,35), apontaste aos homens a Luz sem ocaso; 
Mensageiro do Deus da reconciliação (Is 9,5 LXX), à tua frente foi enviado o arcanjo Gabriel
A anunciar-te a Zacarias, para quem foste muito mais do que o fruto esperado; […] 
O maior entre os nascidos de mulher (Mt 11,11), surgiste antes do Emanuel, 
Aquele que excede toda a Criação; 
Enfim, primogênito de Isabel, precedeste o Primogênito de toda a criatura (Col 1, 15).

Responsório (Sl 138)

— Eu vos louvo e vos dou graças, ó Senhor, porque de modo admirável me formastes!

— Senhor, vós me sondais e conheceis, sabeis quando me sento ou me levanto; de longe penetrais meus pensamentos; per­cebeis quando me deito e quando eu ando, os meus caminhos vos são todos conhecidos.

— Fostes vós que me formastes as entranhas, e no seio de minha mãe vós me tecestes. Eu vos louvo e vos dou graças, ó Senhor, porque de modo admirável me for­mastes!

— Até o mais íntimo, Senhor, me conheceis; nenhuma sequer de minhas fibras ignoráveis, quando eu era modelado ocultamente, era formado nas entranhas subterrâneas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário